» » Ginseng uma planta vinda de longe (Panax Ginseng)

Ginseng uma planta vinda de longe (Panax Ginseng)

Postado em Produtos Naturais, Saude | 0

Entre as plantas vedetas da medicina natural, uma delas é o ginseng.

Com a dimensão de um leão. Com a melhor aura das lendas fabulosas vinda da Ásia, conhecida como a “planta milagre”, o ginseng, cultivado e consumido no Extremo Oriente há 2000 anos, começou a ser conhecido pelos os ocidentais depois de 1960, um grupo de químicos russos e japoneses publicaram trabalhos sobre o isolamento e a estrutura dos seus princípios activos.

Á primeira vista, o Panax Ginseng não tem nada de impressionante. Uma espécie cultivada que chega a alcançar na sua maturidade 60 a 90 cm e apresenta-se como um pequeno arbusto com folhas dentadas com 5 divisões e pequenas bolas de um vermelho vivo. Mas a parte essencial da planta, é a sua raiz branca acinzentada e carnuda. Com um comprimento de cerca de 7 cm e pesando cerca de 75 gramas, bifurcando em duas partes que pela sua parecença com as coxas da perna tem uma aparência vagamente de uma figura humana, o que lhe valeu na antiguidade Chinesa, o seu nome de ginseng, “planta-homem”.

A análise dos elementos constituintes do ginseng permitem compreender a sua riqueza. A raiz de ginseng é constituída por numerosos oligoelementos (magnésio, cálcio, fósforo, ferro…) e algumas vitaminas (principalmente B1, B2, C). Mas são sobretudo os panaxosides, substâncias próprias do ginseng que são responsáveis pelo efeito tonificante da planta. O efeito geral do ginseng é de reforçar a resistência do organismo sem alterar ou danificar o seu ritmo natural. O ginseng é um tonificante que actua em profundidade, progressivamente e sem efeitos secundários. Não se observou nenhuma toxicidade, mesmo com grandes doses. Pode portanto ser absorvido com toda a segurança mesmo de forma prolongada, sem risco de habituação. O ginseng regulariza a actividade do metabólica de forma a que o organismo possa rejeitar germes, toxinas e corpos químicos nocivos.

Compensa insuficiências que nem sempre se sentem no momento mas que podem causar problemas, a longo prazo. Isto explica a utilização de forma preventiva pelos Asiáticos.

Contra as dificuldades de concentração

Certos cardiologistas atribuem ao ginseng virtudes no tratamento da hipertensão, pela sua acção no ateroma. Se esta acção é contestada por alguns especialistas, ao contrário a influência do ginseng sobre estados de fadiga e contra a dificuldade de concentração é indiscutivelmente reconhecido.

Mas é sobretudo a sua acção benéfica sobre o stress – doença dos tempos modernos – que o ginseng deve a sua notoriedade. Na Rússia a indicação do ginseng prescrito aos cosmonautas nas suas missões espaciais, é a ilustração tipo do interesse subscrito por esta terapêutica vegetal. De notar que esta acção se manifesta de forma progressiva e durável sem que o individuo passe por fases de excitação e de abatimento.

Finalmente, a introdução do ginseng em gerontologia põe em evidencia as suas propriedades estimulantes e equilibrantes reais.

Daí a classificar o ginseng nos afrodisíacos milagre, foi um passo grande demais pelos que gostam de sensacionalismo e milagroso. Esta restrição não altera em nada as virtudes do ginseng, que se apresenta nos nossos dias como um suplemento indispensável para quem procura o equilíbrio e de um bem-estar desejado por todos.

Poderá beneficiar as qualidades desta planta tomando o suplemento natural

BIO GINSENG FORTE TÓNICO – Clique aqui para comprar

ginseng uma planta vinda de longe (panax ginseng)

Deixe uma resposta